A alma gêmea nem sempre é a pessoa que você se relaciona; saiba quem pode ser a sua

Muito se fala em você encontrar a alma gêmea e viver com ela o famoso felizes para sempre. Mas será que a alma gêmea se resume apenas ao parceiro ou a parceira no sentido de relacionamento amoroso?

A alma gêmea pode ser um parceiro, uma parceira, um irmão, pai, mãe, prima ou uma amizade.

A alma gêmea, não necessariamente, está encarnada como fosse o par ideal. O par ideal, muitas vezes, são pessoas que já tenham as arestas fechadas e que têm mais dharmas, ou seja: escolhas positivas de vidas passadas que se revelam nessa.

É geralmente uma pessoa que você tem uma ideia, e o outro completa. Então, normalmente quando a gente tem uma facilidade de harmonia, nós temos essa conexão que chamamos de gênero. Afinal, a pessoa já teve momentos, inclusive de viver muitas vidas, sabe? 

Existe também a chama gêmea. Você já ouviu falar? A chama gêmea é alguém que já viveu muito próximo de você e ela sempre vem para ativar uma oportunidade, um despertar no outro ser. Muitas vezes você não consegue viver pacificamente porque a chama gêmea tem essa ideia do despertar e o acordar. Ela tem uma missão espiritual e ela têm choques de realidades e de vidas.

Pode acontecer de você encontrar uma alma gêmea, ajudá-la e seguir o caminho. Não necessariamente você vai ficar com ela.

O que noto é que as pessoas não estão sabendo aproveitar a incondicionalidade amorosa. 

Quando se fala em incondicionalidade podemos falar de amizade, de pessoas que precisam da nossa compaixão. As pessoas deveriam abrir o coração de forma incondicional e humana. E não buscando alguém que resolva os seus problemas. Que a gente deixe de buscar essa necessidade sexual misturada com amorosa. 

Muitas pessoas vendem a alma gêmea como comércio. E não funciona assim. Tem gente que quer encontrar a alma gêmea no sentido amoroso, mas não está preparado para viver isso. O amor não pede e nem exige.