Sorriso: “Mecanismo facial comum para transmitir felicidade ou alegria”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Reprodução/Internet

 Vivemos num mundo cheio de atribuições, preocupações e correria no nosso dia a dia, o que gera muitas vezes uma sensação de cansaço e desânimo. Às vezes, não percebemos a ausência de momentos de felicidade através de um sorriso largo e espontâneo. 

Quando sorrimos automaticamente nos sentimos mais leves, menos pressionadas, reduzimos o estresse e os conflitos da vida diária. 

Por séculos, o sorriso foi reconhecido como um poderoso meio de comunicação, oferecendo benefícios tanto para quem o expressa, quanto para quem o recebe. No século XIX, Charles Darwin, famoso por observar várias espécies, descreveu o sorriso como um mecanismo facial comum para transmitir felicidade ou alegria, concordando com o Francês Duchene. Segundo ele, um sorriso genuíno é difícil de replicar sem um estímulo verdadeiramente alegre.

Conseguimos reconhecer o sorriso duas vezes a distância de outras expressões faciais e, automaticamente, o retribuímos de maneira espontânea. Isso ocorre universalmente associado ao efeito de contágio emocional. Quanto mais empática for a pessoa, mais facilmente haverá essa retribuição do sorriso. 

Você já pensou quantos problemas poderiam ser eliminados com um sorriso?

Estudos demonstram que pessoas felizes vivem mais e desfrutam de melhor saúde e vida longa (Diner & Chan,2011). Outros já apontam para a proteção de doenças coronarianas (Davidson et al, 2010) e crônicas de saúde (Siahpush et al, 2008), embora contestados por alguns autores (Liu et al, 2016; Nabi et al, 2008).

Podemos listar alguns benefícios do sorriso para sua saúde e bem estar:

  • Liberar substâncias químicas associadas à felicidade
  • Reduzir ansiedade e medo
  • Diminuir estresse e conflitos
  • Elevar a autoestima
  • Transmitir confiança

    Para tanto, sabemos que muitas pessoas deixam de sorrir por vergonha, o que acaba influencionado negativamente na sua qualidade de vida. É possível reconstruir um sorriso a partir de parâmetros estéticos desejáveis, como linha do sorriso, cor dos dentes, formato e tamanho, proporcionando uma harmonia entre dentes e lábios compatíveis com gênero e etnia, respeitando os desejos e a individualidade de cada paciente. 

A simpatia ou empatia genuína de um profisional de saúde é uma forma de transmitir informações úteis ao paciente, influenciando positivamente suas emoções e comportamentos. 

O importante é não perder os benefícios que o sorriso proporciona, pois ele abre portas!

Contagie felicidade! Cuide do seu sorriso!

Referências Bibliográficas

  1. Beamish AJ, et al. What’s in a smile? A review of the benefits of the clinician’s smile. Postgrad Med J 2019;0:1–5. 
  2. Diener E, Chan MY. Happy people live longer: subjective well-being contributes to health and longevity. Appl Psychol Health Well Being 2011;3:1–43. 
  3. Davidson KW, Mostofsky E, Whang W. Don’t worry, be happy: positive affect and reduced 10-year incident coronary heart disease: the Canadian Nova Scotia Health Survey. Eur Heart J 2010;31:1065–70. 
  4. Siahpush M, Spittal M, Singh GK. Happiness and life satisfaction prospectively predict self-rated health, physical health, and the presence of limiting, long-term health conditions. Am J Health Promot 2008;23:18–26. 
  5. Liu B, Floud S, Pirie K, et al. Does happiness itself directly affect mortality? the prospective UK Million Women Study. Lancet 2016;387:874–81. 
  6. Nabi H, Kivimaki M, De Vogli R, et al. Positive and negative affect and risk of coronary heart disease: Whitehall II prospective cohort study. BMJ 2008;337:a118.