Fique Bem: aplicativo é lançado para facilitar denúncias de abusos sexuais; saiba como baixar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Carla Cleto

A vergonha da sociedade e o medo do agressor estão entre as principais causas para as vítimas não denunciarem os casos de violência sexual. Para ajudar essas vítimas, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) lançou um aplicativo chamado Fique Bem para que as denúncias sejam feitas via online.

A ideia da Sesau é reduzir a subnotificação das denúncias em Alagoas, que corresponde a 30% dos casos, segundo aponta o Ministério da Saúde (MS).

A maior parte das vítimas de violência sexual sofre o abuso no ambiente familiar, o que acaba contribuindo para que percam a coragem de procurar ajuda e revelar o abuso às autoridades de segurança e saúde públicas, seja em razão da pouca idade ou por serem dependentes psicológica e financeiramente do agressor.

Dos 561 casos de abuso sexual denunciados no período de janeiro a outubro deste ano, 421 foram relacionados a adolescentes, o que corresponde a 81% de todas as notificações. 

Além da Área Lilás do Hospital da Mulher, que atendeu 450 das 561 vítimas de violência sexual notificadas este ano, a assistência às vítimas de violência sexual ocorre no Hospital Geral do Estado (HGE). Já no interior, o atendimento é realizado no Hospital Ib Gatto Falcão, em Rio Largo, e no Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca. 

O aplicativo é fruto de um projeto de mestrado do Curso de Pesquisa em Saúde do Centro Universitário Cesmac.

Como baixar e acessar – No primeiro momento, o aplicativo Fica Bem está disponível à população para ser baixado em smartphones com a funcionalidade Android, e posteriormente, poderá ser acessado pelo sistema operacional iOS. Assim que for baixado no smartphone, ele pode ser utilizado facilmente, necessitando, apenas, que o usuário realize um cadastro.

Na sequência, irá aparecer um menu com informações sobre como fazer denúncias de violência sexual, possibilitando que o denunciante informe, por meio de um formulário, os dados da vítima e o grau de violência sofrido. Além da denúncia online pelo Fica Bem, a vítima poderá acionar a Secretaria de Estado da Segurança Pública e a Ravvs e se informar sobre as unidades de saúde referência para atendimento e localização dos hospitais.