Maju: conheça a primeira modelo brasileira com Síndrome de Down a se tornar embaixadora de uma marca internacional

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Reprodução/Internet

A modelo Maria Júlia de Araújo – Maju como é comumente chamada -, de 18 anos, é a primeira modelo brasileira com Síndrome de Down a se tornar embaixadora de uma marca de cosméticos internacional, a L’Oréal Paris, que conta com um time famoso de embaixadoras da marca, com nomes como: Thais Araújo, Larissa Manoela, Iza, Helen Mirren, entre outras.

Em seu site, a L’Oréal Paris parabenizou e apontou a importância da diversidade e inclusão com a chegada da nova embaixadora para a marca: “Ter a Maju em uma marca como a L’Oréal Paris é a forma de dizer para a sociedade o quanto a L’Oréal é engajada no tema. O quanto a gente quer mostrar que beleza é para todos – mas todos mesmo. Não importa deficiência, raça, orientação sexual ou qualquer outra definição que a gente tenha na vida, porque nada disso pode definir uma pessoa”, afirma Renata Dourado, Head de Diversidade & Inclusão da L’Oréal Brasil.

Sobre a Maju:

Maju conta com um perfil repleto de seguidores, com mais de 281 mil fãs, ela compartilha um pouco da sua trajetória como modelo, dividindo suas experiências, dicas de moda, beleza e falando sobre a importância da inclusão de pessoas com Síndrome de Down na sociedade. E não é de agora que Maria Júlia faz sucesso: modelo desde 2018, Maju foi recordista da Fashion Week, desfilando para mais de 40 marcas. Em umas das suas falas Maju relata: “Me descobrir modelo, não pela beleza exterior mas pelo poder de influência e exemplo que o cargo traz, impactou a minha vida de uma maneira extremamente positiva: me tornei uma pessoa mais autoconfiante.”

Palavra da Embaixadora

Em seu post de divulgação da notícia sobre a parceria com a L´Oréal, ela relata sobre como foi seu inicio e como ela conseguiu ter autoconfiança. Em sua publicação ela fala sobre como uma pessoa com Síndrome de Down sofre com cobranças e como isso afetou sua confiança e expressividade “… sofro um cobrança muito grande pra “saber falar” e por causa dessa cobrança comecei a me sentir desconfortável e com vergonha da forma que me expressava. Me escondia da sociedade com medo da rejeição..”, relata Maju.

Sobre o convite para ser tornar embaixadora da L’Oréal

Maju descreve como isso a ajudou na sua autoconfiança e a mostrar seu posicionamento na sociedade, levando voz a mais pessoas, tornando a inclusão algo real: “Me tornar embaixadora da L’Oréal tem transformado essa insegurança em aceitação.”

Em outro trecho da fala, ela completa: “Eu não sou uma pessoa perfeita mas estou longe de ser feita apenas de limitações. Não precisamos de perfeição para ter um lugar na sociedade e sabe porque? Porque no fim, o que mais vale nessa história toda é o nosso sonho e o que fazemos para realiza-lo”.

Espero que assim como a Maju, você encontre a autoconfiança, acredite mais em você e não duvide nunca do seu potencial. Esperamos ler e assistir mais notícias de inclusão como essa saindo de outras empresas e que essa luta pela pluralidade invada nossa sociedade.


Um beijo Bonitas e até a próxima!