Na pandemia, busca por terapia de casais cresceu; quando é a hora de ir? psicóloga responde

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Você costuma procurar ajuda ao primeiro sinal de problema dentro da relação ou empurra com a barriga e espera a crise até que o relacionamento seja rompido? Há quem procure resolver os conflitos e seguir junto. A prova disso é que a busca pela terapia de casais aumentou durante a pandemia. Mas afinal, quando é a hora de ir? Quem responde ao Eufemea é a psicóloga especialista em relacionamentos e mentora de mulheres, Emanuelle Macedo.

Muitas pessoas ainda acham que procurar uma terapia de casal significa dizer que o relacionamento está ruim, mas segundo a psicóloga isso não passa de um mito. “Todo casal tem conflitos, e antes de ser um, a relação é constituída por duas pessoas, com crenças e dificuldades distintas”.

Emanuelle explicou que a terapia de casal tem como objetivo ajudar na mediação de conflitos, bem como desenvolver habilidades para a resolução de conflitos.

“É um ótimo serviço para os casais que vêm tentando dar certo a todo custo e não sabem mais o que fazer para preservar a união”, disse.

E a busca por esse tipo de atendimento cresceu. No consultório, Emanuelle percebeu esse aumento.

“Notei um aumento e também percebi que casais que eu já estava acompanhando chegaram até a noticiar nas sessões como é difícil encarar os problemas”, comentou.

E não só encarar os problemas. De acordo com ela outro problema enfrentado pelo casal é saber decidir o que é melhor para a relação. “Alguns não se dão conta do distanciamento que existe entre eles”.

A psicóloga acredita que a pandemia nos trouxe mais uma oportunidade de “resgatarmos o verdadeiro conceito de família”.

“Antes éramos acostumados a deixar de lado os problemas do cotidiano de uma relação. O corre da vida, a exemplo dos prazos e metas do trabalho, graduação, atividades extras e etc. acabavam se tornando ótimos recursos para ajudar a nos distanciar do desconforto de olhar para as nossas necessidades e buscar estratégias ou um novo caminho para a relação”, afirmou.

Quando procurar a terapia?

A terapia não serve somente para o casal, mas ela também é uma oportunidade de autoconhecimento das duas partes.

Para Emanuelle, a hora de buscar ajuda é quando o casal percebe que na relação existem outras prioridades que fujam da saúde do relacionamento do casal.

“Assim como ser frequente a falta de amor, comunicação, admiração, respeito e cumplicidade”, concluiu.