Categorias
Destaque titulo

A violência contra mulher estampada nos jornais mostra que o assunto é grave e parece que ninguém vê

Foto: Freepik

Todos os dias é a mesma coisa: a violência contra mulher estampada nos principais sites de notícias e jornais. Chego ao trabalho e já me deparo com essas notícias. É angustiante. Não tem como começar o dia bem sabendo que mais mulheres foram violentadas ou mortas.

Só que parece que para quem está lendo, é só mais uma mulher que foi agredida. É só mais uma mulher que morre. E não é. Não estamos falando de números, estamos falando de uma pessoa que tem família e amigos. Uma pessoa que provavelmente confiou naquele homem que é o agressor.

E não cabe aqui julgamentos. “Ah, mas ela apanha e vai voltar para ele”; “Ela gosta”. Não, não cabe! A violência contra mulher é um problema que existe e que é urgente. E é tão urgente que precisamos gritar para todos ouvirem que as mulheres estão sendo agredidas e mortas.

Essa semana recebemos um pedido de socorro de uma leitora do Cada Minuto. Ela contou que estava sendo vítima de violência e que precisava de ajuda por meio de um comentário. Ainda não a encontramos e gostaríamos que ela entrasse em contato conosco.

Entende o que estou falando? Mulheres que vivem algum tipo de violência precisam da nossa ajuda, não do nosso julgamento. As leis precisam existir e é fundamental que elas sejam cumpridas, mas também é necessário que continuemos falando sobre esse assunto, incentivando a denúncia e cobrando ações/projetos que ajudem essas mulheres.

Se você não está se incomodando com esse assunto é porque você não está tendo alcance de quão grave é.

E se você está lendo esse texto e precisa de ajuda, entre em contato conosco pelo Instagram: @portaleufemea

Você não está sozinha.