De 23 inscritos para o Quinto Constitucional, apenas quatro são mulheres em AL; conheça elas

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Das 23 inscrições para a vaga de desembargador pelo Quinto Constitucional do Tribunal de Justiça de Alagoas, apenas quatro são mulheres. A lista oficial foi divulgada pela Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas (OAB/AL).

A formação da lista sêxtupla se dará por votação direta, na qual os advogados e advogadas com inscrição na OAB/AL e com direito a voto poderão escolher até seis concorrentes. Os seis mais votados farão parte da relação encaminhada ao Tribunal de Justiça, que reduzirá a lista para três concorrentes e a enviará para o chefe do Executivo.

As advogadas inscritas são: Claudia Lany, Lavínia Cavalcanti, Maria de Fátima Lima e Rosemary Francino.

Mas afinal, quem são essas mulheres que estão lutando por uma vaga? Conheça cada uma delas abaixo.

Cláudia Lany
Foto: Assessoria

Advogada, já foi presidente da Subseção/ OAB Arapiraca. Ela foi a primeira mulher a presidir a OAB Arapiraca. É formada em Direito pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió – CESMAC (1998) e tem graduação em Letras pela Fundação Educacional do Agreste Alagoano (1991), atual Universidade Estadual de Alagoas – UNEAL. É especialista em Direito Processual e Administração Pública, ambas pela Universidade Federal de Alagoas – UFAL. 

Lavínia Cavalcanti
Foto: Assessoria

Advogada desde 2004, Mediadora e Professora Adjunta de Direito Civil e Mediação da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Mestra em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Conselheira Consultiva da Escola Superior da Advocacia da OAB/AL até 2021. Instrutora em cursos de capacitação e formação de Mediação Judicial e Extrajudicial. Membro da Comissão Nacional Especial de Mediação e Conciliação – Gestão 2016/2019 do Conselho Federal da OAB.

Professora convidada para cursos, inclusive de Pós-Graduação do CESMAC, Escola Superior da Magistratura (ESMAL), Escola da Magistratura Trabalhistra (EMATRA), Escola Superior da Advocacia de Alagoas (ESA/AL). Associada do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM.

Maria de Fátima Lima

Advogada alagoana. O Eufemea tentou contato com a candidata, mas não conseguiu.

Rosemary Francino
Foto: Assessoria

Advogada, mãe de três filhos, Rosemary Francino é especialista em direito processual civil. Atuante na área pública e privada, foi diretora-jurídica da Carhp por 13 anos.