Colabore com o Eufemea

Conflitos conjugais: quando é a hora de buscar ajuda?

As discordâncias e descontentamentos são naturais no processo de convivência com o outro real em paralelo com o ser imaginado. O primeiro desafio de um casal é realmente se conhecer mutuamente, quem são e o que esperam um do outro.

Ao tentar descobrir se os conflitos conjugais são naturais é inerente a qualquer relacionamento ou se o casal está em um processo de degradação da relação é importante ter em vista alguns aspectos como: os conflitos costumam ser solucionados? Os momentos positivos superam os negativos na relação?

A questão é que conflitos são essenciais para fortalecimento da relação quando são bem estabelecidos, dentro de um ambiente de respeito mútuo e mesmo que em alguns momentos não cheguem a um consenso, os pontos de vista mesmo diferentes são respeitados e compreendidos.

No entanto, quando os pares entram em comportamentos de grande hostilidade e defensividade, o sofrimento se estabelece e se sobrepõe aos pontos positivos da relação.

Nesse caso, o quanto antes o casal buscar ajuda profissional melhor será o prognóstico da relação. Porém o que ocorre é que muitas vezes o casal só busca ajuda quando a relação já está totalmente desgastada, o que torna o processo mais complexo e demorado, nem sempre sendo possível cuidar e nutrir suficientemente para recuperá-la.

Então se sua relação não está legal hoje, olhe esses aspectos com cautela e analise se isso é algo que com o tempo e ajustes vocês podem resolver ou se é hora de buscar uma ajuda profissional.

Estou no Instagram: @vinculos.psi

Natasha Taques

Natasha Taques

Psicóloga clínica (CRP-15/6536), formada em Terapia do Esquema pelo Instituto de Educação e Reabilitação Emocional (INSERE), Formação em Terapia do Esquema para casal pelo Instituto de Teoria e Pesquisa em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental (ITPC).