Colabore com o Eufemea
Violência contra a mulher

“Eu temo pela minha vida”: PM alagoana denuncia ex-marido por agressões e ameaça de morte

“Há 16 anos, tenho vivido em um relacionamento abusivo. Eu já sofri todos os tipos de violência doméstica. Eu quase perdi a minha vida. Eu temo pela minha vida”. Estas são as palavras de Renata Figueiredo, uma policial militar de Alagoas, que gravou um vídeo e compartilhou em suas redes sociais para denunciar seu ex-marido, cujo nome não foi divulgado.

No início do vídeo, ela diz: “Eu tenho duas crianças e está muito difícil passar por tudo isso”.

A policial e também empresária desabafou e compartilhou as situações que enfrentou. Ela relatou que, durante o período em que estava com ele, seu então marido chegou a ameaçá-la de morte com um revólver.

“Quando a gente sentou para conversar e terminar, ele pegou a arma, apontou na minha cabeça e só não me matou porque minha filha começou a gritar desesperadamente”, disse.

Ainda no vídeo, a policial relata que denunciou o caso à polícia em Araripina, onde possui uma loja. No entanto, segundo ela, enfrentou o que descreve como violência institucional.

“Não foi eu que atirou, foi ele! Ele tem uma arma e, apesar das pressões, não mudei minha versão, mas isso já está sendo apurado pela Corregedoria”, reforçou.

“Que esse vídeo possa encorajar mulheres, mães e vítimas de violência doméstica. A impunidade não vai vingar!”, finaliza a PM.

O Eufêmea tenta contato com a advogada de Renata, Thyale Chabloz. A reportagem também não conseguiu contato com o ex-marido de Renata.

Raíssa França

Raíssa França

Cofundadora do Eufêmea, Jornalista formada pela UNIT Alagoas e pós-graduanda em Direitos Humanos, Gênero e Sexualidade. Em 2023, venceu o Troféu Mulher Imprensa na categoria Nordeste e o prêmio Sebrae Mulher de Negócios em Alagoas.