Colabore com o Eufemea

Mães denunciam que professor de escola tocou nas genitálias de crianças em Marechal Deodoro; suspeito foi afastado do cargo

Atualizada às 12:00

Mães de alunas de uma escola municipal em Marechal Deodoro, na Região Metropolitana de Maceió, denunciaram que o professor da instituição de ensino tocou indevidamente em genitálias de crianças 9 anos em sala de aula. A prefeitura do município emitiu uma nota informando que o professor foi afastado preventivamente do cargo.

Ao Eufêmea, o Conselho Tutelar de Marechal Deodoro esclareceu que foi o primeiro órgão a receber a comunicação sobre o ocorrido, através da Secretaria de Educação, e tem estado ativamente envolvido em assegurar que as vítimas recebam o apoio necessário.

“O conselho tutelar conduziu os procedimentos necessários, encaminhando as vítimas para a Rede de Atenção às Vítimas de Violência Sexual (RAVVS), que está localizada no Hospital da Mulher.”

Nesta terça-feira (5), a Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) iniciou o processo de coleta de depoimentos das mães das crianças envolvidas no caso. De acordo com as informações, um inquérito foi aberto na Delegacia de Marechal Deodoro para investigar as acusações.

“A Polícia Civil tomou todas as medidas legais através do 17º Distrito Policial, sob a supervisão da delegada Liana Franca. Um inquérito policial foi instaurado e a delegada solicitou a prisão preventiva do professor”, informou a assessoria da PC.

A delegada Liana Franca explicou que “já foi instaurado inquérito. As mães das crianças foram ouvidas, assim como a coordenadora e a diretora da escola. As crianças serão ouvidas em caráter especial. O andamento do inquérito, daqui em diante, será feito em sigilo para não atrapalhar o decorrer das investigações.”

O caso foi registrado no dia 31 de agosto e ocorreu na Escola Municipal Governador Luiz Cavalcante.

Segue a nota completa da Prefeitura de Marechal Deodoro, emitida pela Secretaria de Educação:

Sobre o caso registrado no dia 31 de agosto, na Escola Municipal Governador Luiz Cavalcante, a Prefeitura de Marechal Deodoro esclarece que a Secretaria Municipal de Educação foi informada sobre a denúncia formalizada por alunas da unidade de ensino por meio de um relatório enviado pela direção. Prontamente, a secretaria acionou o Conselho Tutelar do município, pelo fato de envolver menores de idade, e em seguida as alunas foram encaminhadas ao RAVVS, em Maceió.

A Secretaria de Educação informa ainda que o professor alvo da denúncia foi afastado do cargo preventivamente, e um processo administrativo foi aberto para apurar mais detalhes.

Por fim, a Prefeitura reitera que repudia veementemente qualquer tipo de violência, abuso, importunação ou atitude que o valha, em qualquer circunstância, e que sempre atuará em defesa da segurança dos nossos estudantes, dentro ou fora das unidades de ensino.

Rebecca Moura

Rebecca Moura

Estudante de jornalismo pela Universidade Federal de Alagoas. Colaboradora do portal Eufêmea.