“Esporte para pessoa com deficiência representa muito mais que saúde”, diz coordenadora de Cras sobre parceria com projeto ‘Guerreiros do Paradesporto’

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Reprodução

No mês de julho, o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Dom Adelmo Machado iniciará uma parceria com o Projeto ‘Guerreiros do Paradesporto’. Pessoas com deficiência física que residem em Maceió poderão procurar o Cras Dom Adelmo Machado, para efetuar a inscrição e participar do projeto.

Ao todo, 100 vagas serão ofertadas, em cinco modalidades: vôlei sentado, paraesgrima, parataekwondo, tiro com arco e paraboxe. Será necessário ter a idade mínima de 10 anos para participar das atividades. As aulas acontecerão no período da manhã, das 8h às 10h e da tarde, das 14h30 às 17h.

A coordenadora do Cras, Djane Pacheco, destacou a importância e sociabilidade do projeto. “É um projeto importante porque além dos inúmeros benefícios trazidos à saúde física e mental dos praticantes, em geral, o esporte para pessoa com deficiência representa muito mais que saúde”, destaca.

“Ela oportuniza a sociabilidade entre todos, tornando- os mais independentes, mais seguros sobre suas inúmeras potencialidades, melhorando a autoconfiança, a autoestima e a qualidade de vida em geral”, completou.

Projeto ofertará aulas de paraesgrima. Foto: Reprodução
Projeto ofertará aulas de paraesgrima. Foto: Reprodução

As atividades serão realizadas no ginásio do SESI, no bairro do Trapiche.Para fazer a inscrição é necessário se apresentar no equipamento social portando documentação com foto e o comprovante de residência, a partir do dia 6 de julho.

O Cras Dom Adelmo Machado fica localizado na Rua João Ulisses Marques, 112, no bairro do Prado. Para mais informações sobre essa ou outra atividade é só ligar (82) 3312-5953, das 8h às 16h.

*com Ascom Semas