Projeto Presença: “Formação da comunidade escolar”, diz assistente social da Semed

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Assistentes Sociais das escolas da rede Municipal de Educação de Maceió, se reuniram na manhã desta quarta-feira (22), em uma capacitação para atuar com o Projeto Presença nas unidades escolares em que eles estão em atividade. O momento foi de troca de informações e esclarecimentos sobre a ação.

Para a assistente social do Setor do Serviço Social da Semed, Aucione Albuquerque, os assistentes são multiplicadores do projeto, por isso, é fundamental que encontros como esses ocorram.

“Existe toda uma operacionalização, com fichas e instrumentos que são utilizados tanto pelo assistente social quanto pela equipe diretiva, constituída na escola por professores, diretores e coordenadores. Trabalhando na escola, o assistente social vai ser um multiplicador e vai formar a comunidade escolar para atuar junto com o Projeto Presença”, explicou Aucione.

Ainda segundo a assistente social, na escola o professor é o primeiro a perceber que o aluno é infrequente a partir de duas faltas semanais injustificadas. O professor identifica, passa pela equipe diretiva que vai preencher a ficha de presença, após isso a escola vai fazer todas as ações para que o aluno retorne à escola, como enviar convites para a família, entrar em contato por telefone, redes sociais, rede de amigos ou vizinhos para descobrir o motivo por trás das infrequências.

*Com Semed