“Prevenir vulnerabilidades sociais e fortalecer vínculos familiares”, diz coordenadora sobre atividades em Cras de Maceió

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Ascom/Semas

Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) retornaram às atividades em Maceió, nesta quinta-feira (14), após a redução da demanda de abrigados em escolas da Capital. Serviços como o cadastro e atualização do Cadastro Único (CadÚnico), Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e o Cartão Cria voltaram a funcionar no horário das 8h às 14h.

Pessoas que, por causas das fortes chuvas, não tiveram seus atendimentos realizados nas datas agendadas, poderão procurar os locais nos dias 27, 28 e 29 de julho. É importante que os usuários estejam com os documentos necessários em mãos.

O Cras atende famílias e indivíduos em situação de desproteção, pessoas com deficiência, idosos, crianças retiradas do trabalho infantil, pessoas inseridas no Cadastro Único, beneficiários do Programa Auxílio Brasil e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros. A coordenadora do Cras Área Lagunar, Beatriz Calado, ressalta a importância dos serviços dos Centros de Referência de Assistência Social.

“Os serviços da assistência são a porta de entrada para os usuários que se encontram em situação de vulnerabilidade social terem acesso aos direitos socioassistenciais”, explicou.

Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) integra ações nos Cras de Maceió. Foto: Cras Área Lagunar
Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) integra ações nos Cras de Maceió. Foto: Cras Área Lagunar

Na próxima segunda-feira (18), o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) também retomará o fluxo de atividades nas 16 sedes dos Cras de Maceió. Cerca de 2 mil pessoas se reúnem semanalmente e trabalham no desenvolvimento de diversas dinâmicas a fim de garantir o fortalecimento dos laços familiares da comunidade.  

Danielle Oliveira, coordenadora geral do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, explica a importância das ações que visam prevenir vulnerabilidades sociais. 

“É um serviço complementar, que trabalha com grupos de crianças, adolescentes, adultos e idosos, onde são desenvolvidas atividades socioeducativas para estes públicos. É um serviço extremamente importante nos territórios de cobertura dos Cras e visa prevenir vulnerabilidades sociais e fortalecer os vínculos familiares e comunitários”, explica

Os Cras de Maceió trabalham atividades multidisciplinares com crianças, idosos, indivíduos em situação de desproteção, pessoas com deficiência e usuários do CadÚnico. Foto: Ascom/Semas
Os Cras de Maceió trabalham atividades multidisciplinares com crianças, idosos, indivíduos em situação de desproteção, pessoas com deficiência e usuários do CadÚnico. Foto: Ascom/Semas

Confira a documentação necessária a seguir: 

  • Documentação da família

Comprovante de Residência 

  • Dos adultos

Carteira de Identidade 

CPF 

Título de Eleitor 

Carteira de Trabalho 

Contra-cheque (principalmente, sendo servidor público) 

Certidão de Casamento ou Divórcio 

Certidão de Óbito (do integrante falecido) 

  • Das crianças e adolescentes

Certidão de Nascimento 

Cartão de Vacina (0 a 5 anos) 

Declaração da Escolar (4 a 21 anos) 

*com Ascom Semas