Conselho da Mulher solicita criação de fundo municipal destinado à políticas públicas para mulheres em Maceió

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp


Foto: Ascom Semas

O Conselho Municipal de Direitos da Mulher se reuniu nessa quarta-feira (03) com o secretário de Assistência Social de Maceió, Claydson Moura, para discutir as demandas do grupo e dar andamento às pautas mais urgentes voltadas para mulheres. A principal delas é a criação de um fundo municipal com previsão de recursos para investimento em políticas públicas para meninas e mulheres.

De acordo com o secretário, a Secretaria de Assistência Social será responsável pela criação do texto a ser enviado nos próximos dias à Câmara de Vereadores para aprovação do fundo, que irá garantir orçamento para executar ações e repassar verba para instituições que também trabalham com ações voltadas para mulheres.

O compromisso foi firmado por Moura após escutar as demandas de todas as representantes do Conselho da Mulher, presentes no primeiro encontro delas com o secretário de Assistência Social, que foi considerado um marco.

“Elas nunca tiveram uma reunião com o secretário a não ser na posse. Mas agora isso está acontecendo com todos os conselhos, inclusive já temos a segunda reunião marcada para 10 de outubro. É ouvindo que a gente aprende. Não dá para fazer a Secretaria de Assistência Social com os conselhos dentro de uma sala. Temos que estar no mesmo lugar, de mãos dadas, fazendo juntos”, ressaltou o secretário.

Foto: Ascom Semas

A coordenadora do Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres, Ana Paula Mendes, comemorou o apoio recebido do secretário e reforçou a importância da destinação de recursos para o Conselho.

“É histórico esse momento em que o Conselho Municipal da Mulher é recebido pelo secretário de Assistência Social, que abriu a escuta aos anseios do Conselho, que é deliberativo e fiscalizador das políticas públicas para mulheres. A nossa principal pauta é a criação do fundo porque todas as políticas para mulheres precisam de orçamento, é necessário e urgente”, afirmou.

Outras medidas

Outras medidas anunciadas no encontro foram a destinação de kits dormitório e de higiene às instituições não governamentais que trabalham com mulheres, além de encaminhamento de atendimento médico e odontológico a esses locais.

As integrantes do Conselho também irão definir algumas prioridades para que seja dado encaminhamento pela Semas, como por exemplo a questão da acessibilidade para pessoas com deficiência.

Representante da Pestalozzi, a conselheira Ana Cláudia Tirbutino reforçou o pedido por mais acessibilidade nas ruas e no transporte público e recebeu o compromisso do secretário e do prefeito JHC, que conversou com ela por telefone durante o encontro.

“Eu vim pedir uma visão mais diferenciada em relação à pessoa com deficiência e eles disseram que irão atender. Recebi como uma boa notícia, porque a pessoa com deficiência precisa muito dessa visibilidade aqui em Maceió”, destacou.

Outro ponto citado pela coordenadora do Gabinete da Mulher foi a criação de editais públicos para assegurar a participação das instituições, associações e ONGs nos programas de repasse de recursos para fortalecer os serviços prestados nas comunidades, demanda que também contou com o apoio do secretário.

*com Ascom Semas