“Integração entre alunos oportuniza o desenvolvimento”, diz coordenadora durante atividade de combate ao bullying em Cras

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Cras Dom Adelmo

Atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Dom Adelmo Machado reuniram crianças e adolescentes com ações para estimular o hábito da leitura e prevenir e combater o bullying.

O equipamento da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) realizou as atividades em parceria com a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal). Duas equipes de residentes trabalharam os temas com o grupo dos bombeiros mirins e trouxeram temas como o bullying e a saúde na adolescência.

“Acho muito válido na minha formação enquanto fonoaudióloga e residente. Participar de encontros coletivos provoca a curiosidade na inserção do fonoaudiólogo em diversos espaços não específicos da formação, reforçando a importância da intersetorialidade”, afirmou a fonoaudióloga Marília Serafim, que está no primeiro ano de residência multiprofissional em saúde da família pela Uncisal.  

Leitura é um dos objetivos do equipamento social. Foto: Cras Dom Adelmo
Leitura é um dos objetivos do equipamento social. Foto: Cras Dom Adelmo

A equipe também apresentou dinâmicas onde os pequenos receberam balões de cores diversas para uma atividade sobre as relações sociais. Ainda segundo a fonoaudióloga, essas ações têm objetivo de refletir sobre como nossas vidas estão conectadas e influenciadas umas pelas outras. 

Semanalmente, os jovens do Serviço de Convivência e que participam das atividades de escoteirismo florestal são incentivados à leitura, para que ler vire um hábito entre eles.

A coordenadora do Cras Dom Adelmo Machado, Djane Pacheco, destacou a interação entre os adolescentes e suas ações. “A integração entre alunos oportuniza o desenvolvimento de todos eles. É um preparo para a vida, capacitando-os a lidar com pessoas em diversas situações: na família, no trabalho, na comunidade”.

“Ajuda a lidar com a corresponsabilidade, com cooperação, o respeito ao próximo, a lidar com as diferenças, ter mais empatia. É gratificante vê-los participando semanalmente, comprometidos com as atividades que eles próprios ajudam a planejar”, completa.

Bombeiros mirins são atendidos nas terças-feiras, das 9h às 11h30. Foto: Cortesia
Bombeiros mirins são atendidos nas terças-feiras, das 9h às 11h30. Foto: Cortesia

Os pequenos escoteiros participam das atividades durante os sábados, das 9h às 12h. Já os bombeiros mirins são atendidos nas terças-feiras, das 9h às 11h30. O Cras Dom Adelmo Machado fica localizado na Rua João Ulisses Marques, 112, no bairro do Prado. Para mais informações sobre essas e outras ações é só ligar (82) 3312-5953.

*com Ascom Semas