Assistentes sociais e coordenadoras pedagógicas participam de paletra sobre combate ao bullying nas escolas municipais

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Fotos: Pedro Farias/Ascom Semed

Na manhã de quarta-feira (28), assistentes sociais e coordenadoras pedagógicas da educação infantil participaram de uma palestra sobre o combate ao bullying. A atividade formativa ocorreu no auditório Paulo Freire, na sede da Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed), ao reunir cerca de 50 profissionais que tiraram dúvidas relacionadas ao tema.

A atividade faz parte de um ciclo de formações, destinados aos coordenadores da Educação Infantil, realizadas pelo Centro de Atenção Integrada à Criança e ao Adolescente (CAICA). Ao longo do ano foram trabalhadas temáticas como o enfrentamento contra o abuso sexual com a criança e o adolescente, a erradicação do trabalho infantil, depressão e automutilação nas escolas.

A coordenadora do CAICA, Ticiane Melo. Foto: Pedro Farias.
A coordenadora do CAICA, Ticiane Melo. Foto: Pedro Farias.

A coordenadora do CAICA, Ticiane Melo, contou que as palestras servem para orientar os profissionais caso surjam essas problemáticas na escola.

“Hoje estamos falando sobre o que é o bullying, juridicamente, esse tema que é tão pertinente nas escolas. Orientando os profissionais como trabalhar com o bullying, para onde os casos podem ser encaminhados e se preparem para o caso de surgir essa situação nas escolas”, explicou a coordenadora.

Os profissionais que estiveram presentes contaram relatos das situações vivenciadas nas escolas, sanaram as dúvidas e contribuíram para que junto com o palestrante encontrassem caminhos para combater os problemas relatados.

A coordenadora pedagógica, Júlia Márcia Vieira, da Escola Municipal Maria José Clemente Rocha, localizada no bairro Benedito Bentes, comentou que é fundamental trabalhar esses temas com os professores que estão presentes nas escolas.

Coordenadora pedagógica, Júlia Márcia Vieira, relatou  suas vivências no ambiente escolar. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed
Coordenadora pedagógica, Júlia Márcia Vieira, relatou suas vivências no ambiente escolar. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed

“Momentos como esses nos dão elementos para cuidar dessas situações, dessa realidade que é a vulnerabilidade das crianças, o emocional delas e também do adulto, inclusive a família. Vim discutir, conversar, me apropriar de algumas situações, porque hoje em dia encontramos algumas situações problemáticas nas escolas e é importante lidar com isso, e aprender a suavizar, diminuir e até acabar com esses problemas. Eu vim me apropriar e buscar ajuda nesse sentido”, finalizou Júlia.

A palestra foi ministrada pelo assistente social Everton Rodrigues, que teve como objetivo reforçar para os profissionais os encaminhamentos adequados da lei que combate o bullying. Além de reforçar que todas as crianças precisam ser protegidas, asseguradas e não passem pela situação de risco e violência, seja na integridade física ou emocional.

Palestrante e assistente social Everton Rodrigue ministrou a palestra. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed
Palestrante e assistente social Everton Rodrigue ministrou a palestra. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed

“A ideia é que a gente capacite os gestores para que eles entendam os caminhos para intervir, tendo em consonância a premissa de que o conselho tutelar é um agente parceiro da escola. Então é de extrema importância porque a educação é a maior impulsionadora da sociedade, a gente entende o quanto ela colabora para o desenvolvimento humano, porém, esse desenvolvimento precisa ser sadio, seguro e longe de qualquer risco de violência”, pontuou o palestrante.

*com Ascom Semed