Prefeitura promove oficina de almofadas de posicionamento para bebês do Centro Especializado em Reabilitação: “construir um mundo mais inclusivo”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS

Em alusão ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência – celebrado dia 21 de setembro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou, nesta quarta-feira (21), uma oficina de confecção de almofadas de posicionamento para bebês. A ação foi uma iniciativa da Diretoria de Atenção à Pessoa com Deficiência e ocorreu no Centro Especializado em Reabilitação, no Pam Salgadinho.

Mães confeccionaram almofadas para seus bebês. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS
Mães confeccionaram almofadas para seus bebês. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS

Destinado às mães de crianças usuárias dos serviços de reabilitação, o workshop teve como objetivo promover informação, inclusão social, afetividade e os cuidados à saúde infantil, além de estimular, de forma terapêutica, a produção do acessório – feito com calças doadas – que tem a função de trazer apoio e conforto para o bebê. 

Terapeuta ocupacional Rita de Cássia pontuou inclusão social. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS
Terapeuta ocupacional Rita de Cássia pontuou inclusão social. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS

A terapeuta ocupacional do Centro Especializado de Reabilitação, Rita de Cássia, destacou a importância de promover a inclusão social e os impactos positivos da oficina para os usuários do serviço.

“Além da necessidade de compartilhar conhecimento, para que a informação seja fluida e assertiva, é indispensável construir um mundo mais inclusivo, com possibilidades e formas criativas de fortalecer os laços. Essa oficina contribuiu no tratamento e evolução de ambas as partes, filhos e pais”, afirmou.

Fisioterapeuta Maria José destacou conforto proporcionado à criança. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS
Fisioterapeuta Maria José destacou conforto proporcionado à criança. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS

Segundo a fisioterapeuta Maria José, a confecção das almofadas é um modo criativo de garantir bem-estar e conforto para o bebê.

“A produção das peças é de acordo com a necessidade da criança e da mãe. A ideia de confecção é que elas sintam que podem fazer muito mais por seus filhos e possuir um insumo criativo que possa deixar a criança confortável, seja para dormir, brincar ou até mesmo para repousar, de modo que gere bem-estar no posicionamento corporal”, ressaltou.

Francielly Santos Moura é mãe da Maria Luz, de 1 ano e 9 meses, que trata algumas patologias como, hidrocefalia, meningocele e Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ela ressaltou a importância da oficina para todos que são atendidos.

“A oficina trouxe um impacto muito positivo para nós. É muito gratificante participar desse momento porque faz parte do tratamento. Aqui, aprendemos muito e realizamos os conhecimentos adquiridos em casa”, comentou.

Francielly Santos Moura aprendeu a fazer a almofada. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS
Francielly Santos Moura aprendeu a fazer a almofada. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS

Já a usuária Rafaela Patrícia, mãe do Gabriel, de 1 ano e 2 meses, que tem microcefalia, ressaltou o acolhimento que recebe no Centro Especializado em Reabilitação.

“O tratamento e as atividades desenvolvidas aqui proporcionam uma qualidade de vida para nossas crianças e também o apoio necessário para os pais. Me sinto grata, acolhida e percebo que não estamos sozinhas”, pontuou.

Rafaela Patrícia participou da oficina. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS
Rafaela Patrícia participou da oficina. Foto: Rodrigo Carlos/Ascom SMS

Acesso aos serviços

Para ter acesso aos serviços, o maceioense deve procurar a SMS , localizada na Rua Dias Cabral, 569, Centro, com laudo médico, cartão SUS, documentos pessoais do beneficiário e comprovante de residência. A equipe técnica faz uma análise e encaminha para um Centro Especializado de Reabilitação, adequado à necessidade do usuário que necessita do tratamento. 

*com Ascom SMS