“Realizei o sonho de conquistar minha carteira de motorista”, conta beneficiada pelo CNH Social em Maceió

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Célio Júnior/Secom Maceió

A CNH Social já habilitou 80 participantes do programa, que concluíram todas as etapas e garantiram a sua primeira Carteira de Motorista de forma gratuita.

O processo para aquisição da Carteira Nacional de Habilitação é longo. Conta com exame médico e psicotécnico, aulas teóricas na autoescola, exame teórico, aulas práticas no veículo e exame de direção, mas a cada mês o programa tem novos habilitados. 

CNH Social já habilitou 80 motoristas
Programa habilitou 80 alunos que já estão com sua carteira de motorista. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

Marília Lisboa, moradora do Parque dos Caetés, foi uma das participantes do programa que já conquistou sua primeira CNH.

“Esse programa ultrapassou as minhas expectativas e é maravilhoso. Muitas pessoas que trabalham informalmente precisam da habilitação e agora vão poder trabalhar com a documentação regularizada. Realizei o sonho de conquistar minha carteira de motorista”, contou. 

O foco do programa é facilitar a conquista de um lugar no mercado de trabalho em ocupações que exijam a CNH, como motorista, entregador ou motorista por aplicativo, mototaxista ou transportador, entre outras profissões.

Antes do curso de formação de condutores, os alunos participam de um curso de qualificação com o  Sest/Senat, sobre noções de transporte rodoviário, de carga e de passageiros, além de logística, atendimento ao público, postura no ambiente de trabalho e relações interpessoais para que possam usar esses conhecimentos na hora de procurar uma vaga de trabalho.

Antes do curso de formação de condutores, alunos participam de curso de qualificação com o  Sest/Senat. Foto: Juliete Santos/Secom Maceió
Antes do curso de formação de condutores, alunos participam de curso de qualificação com o  Sest/Senat. Foto: Juliete Santos/Secom Maceió

Os custos para obter uma CNH em Alagoas são elevados e podem variar entre R$ 1,5 mil (categoria B) a R$ 1 mil (categoria A). Por isso, a  iniciativa é voltada para pessoas em situação de vulnerabilidade social, inscritas no Cadastro Único, que dificilmente teriam condição financeira de conseguir uma Carteira de Motorista.  

No programa, todo o processo para obtenção da primeira CNH é gratuito e os alunos ainda recebem o auxílio-transporte para poder fazer as aulas na autoescola.

Na primeira edição do CNH Social foram selecionadas mais de 300 pessoas para participar do programa. Na segunda, 100 pessoas.

Após a formação destas turmas, novas vagas serão abertas do CNH Social para que mais pessoas tenham acesso a este programa inovador e um dos mais procurados pela população de Maceió.

*com Ascom Semas