Psicóloga alagoana lança livro durante Congresso Nacional de Educação: “experiência muito rica”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Pedro Farias/Ascom Semed

Professores, coordenadores e técnicos da Secretaria Municipal de Maceió (Semed), participaram da 8ª Edição do Congresso Nacional de Educação (Conedu), evento que aconteceu no Centro de Convenções Ruth Cardoso, no Jaraguá, nos dias 13, 14 e 15 de outubro. Cerca de 110 profissionais participaram do evento e relataram experiências enriquecedoras para a rede municipal de ensino.

Umas das profissionais da Educação de Maceió que se destacou no evento foi a psicóloga Wilzacler Rosa, da Escola Nosso Lar I, da Ponta Grossa. Ela está na rede municipal de ensino desde fevereiro quando foi selecionada no Processo Seletivo Simplificado (PSS). A psicóloga participou da sessão de lançamento de livros ao lado de grandes autores do país.

Wilzacler Rosa durante a sessão de lançamento de livros. Foto: Cortesia
Wilzacler Rosa durante a sessão de lançamento de livros. Foto: Cortesia

Ela apresentou para o público, o livro de autoria dela ‘Comportamento Suicida na Escola e no Contexto Universitário’, lançado em 2014 e agora chega em sua segunda edição. Uma obra pioneira na área.

“Foi uma experiência muito rica. O livro tem como objetivo oferecer algumas reflexões e direcionamentos para profissionais da educação, familiares e demais interessados, para que possam identificar e saber como intervir diante de situações que envolvem um risco de suicídio. O livro já tem sido uma referência nos processos de formação e capacitação de professores, psicólogos, assistentes sociais e demais profissionais envolvidos com a educação”, explicou. 

Com o tema “O futuro da escola: repensando políticas e práticas”, o congresso foi realizado de forma on-line e presencial com a transmissão de 14 atividades que aconteceram nos principais palcos do evento. Dilson Costa é professor da Escola Municipal Silvestre Péricles, do Pontal da Barra, e trabalha com estudantes do 6° ao 9º ano e com a Educação de Jovens e Adultos (EJAI).

No congresso, ele teve a oportunidade de mediar a  oficina “Fala professor – Ensino Fundamental, uma atividade preparada pela Rede Global de Empreendedorismo – RGE AL”, e apresentou um case de Educação Empreendedora, além de palestrar para gestores educacionais com o tema Gestão Ágil Educacional – Mudanças, Valores, Princípios.

Na ocasião, o educador falou sobre a oportunidade, que ele avalia como única.

“Uma experiência incrível poder contar um pouco da experiência que a gente vivencia na escola, trazer esses cases para ajudar os professores a perceberem e a implantarem uma educação empreendedora. E também poder compartilhar minha experiência enquanto gestor, que fui por um bom tempo, com outros de diversas escolas do Brasil. Foi muito legal vivenciar essa experiência de troca e partilha”, revelou.

A Semed ficou com um estande no local do evento, com servidores divulgando propostas na área da educação pública e pôsteres sobre educação ambiental, cultura e arte.