Mulher é morta a facadas por filho na Cidade Universitária; suspeito alega que ouviu vozes incentivando crime

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Foto: Assessoria

Um jovem, de 26 anos, foi preso na noite dessa quinta-feira (24), suspeito de matar a própria mãe, de 56 anos, a facadas, no bairro Cidade Universitária, na parte alta de Maceió.

De acordo com as informações, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para reanimar a vítima. Ao chegar no local, o Samu tentou reanimar a vítima, mas, sem sucesso, sendo o óbito constatado posteriormente.

Os vizinhos atenderam a pedido de socorro e quando chegaram ao local encontraram o acusado com duas facas nas mãos e a mãe ensanguentada no chão do seu quarto. O jovem permaneceu no apartamento e acabou preso em flagrante por policiais militares.

O suspeito foi conduzido à Central de Flagrantes, no bairro Farol, para a realização dos procedimentos cabíveis. A arma utilizada no crime também foi apreendida.

Conforme a coordenadora da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil (PC), Tacyane Ribeiro, o jovem é usuário de drogas, sofre de problemas psiquiátricos e alegou que “ouviu vozes incentivando que ele matasse a mãe”.

Autuado na Central de Flagrantes, o suspeito disse que é usuário de drogas e sofre de problemas psiquiátricos, já tendo sido internado por diversas vezes em clínicas de recuperação.

Ele alegou que estava em casa quando ouviu vozes incentivando que ele matasse a mãe, e que ela a via como se fosse o satanás. Foi então que pegou a faca e aplicou vários golpes na mãe.

A delegada Tacyane Ribeiro informou que a Polícia Civil vai investigar todas as circunstâncias do crime, inclusive se o acusado estava sob o efeito de drogas no momento em que matou a mãe, e se realmente tem alguma doença psiquiátrica.

*com Ascom PC