Colabore com o Eufemea

Moradora que denunciou agressão em condomínio em Natal foi vítima de injúria racial e lesão corporal, aponta PC

A 10ª Delegacia de Polícia Civil do Rio Grande do Norte concluiu que a moradora que denunciou agressão sofrida em um condomínio no bairro Candelária, na Zona Sul de Natal, foi vítima dos crimes de ameaça, lesão corporal e injúria racial.

O caso aconteceu no dia 7 de dezembro do ano passado, sendo registrado pelas câmeras de segurança do condomínio. A briga teria sido motivada por barulho e as agressoras são mãe e filha, segundo a Polícia Civil – as mulheres tem 42 e 63 anos.

A vítima, que é gerente de vendas e tem 37 anos, registrou, na época, dois boletins de ocorrência contra duas vizinhas por lesão corporal e injúria racial.

Segundo o advogado da vítima contou à época, as mulheres teriam usado termos como “preta safada” e “negra nojenta”, segundo a vítima, e ameaçado para que ela se mudasse do prédio.

*Com G1 RN