Colabore com o Eufemea

Conselheira federal por Alagoas é destaque na Corregedoria Nacional da OAB: “conquista do direito das mulheres”

A corregedora nacional-adjunta da Ordem, Cláudia Medeiros, foi nomeada na última semana para integrar a Comissão Executiva da IV Conferência Nacional da Mulher Advogada, que acontece em 2024. 

Desde o ano passado, ela tem coordenado diversos cursos virtuais de capacitação em várias seccionais, além de participar do trabalho de correição realizado pelo Conselho Federal nos estados. O primeiro deles aconteceu no início deste mês, no estado de Minas Gerais, quando foram colhidas informações relativas ao processo étnico-disciplinar na seccional e apresentadas soluções para questões pontuais. 

Na ocasião, Cláudia Medeiros destacou que a preocupação do Conselho Federal está relacionada à celeridade de processos disciplinares, observando o manual de procedimentos étnico-disciplinar e a utilização do meio eletrônico para a tramitação desses processos.

A advogada também atuou, neste mês de março, na sessão do Conselho Federal da OAB, realizada em Belo Horizonte, na qual foi aprovado, entre outros processos, o Projeto de Lei que tem o objetivo de alterar a Lei nº 9.806/94, que pretende incluir, como infração ética, as ocorrências de assédio moral, sexual e discriminação no exercício profissional da advocacia.

“Essa é uma grande conquista do direito das mulheres e, se aprovado o projeto, fará com que a OAB esteja na vanguarda do combate ao assédio e à violência contra a mulher, sendo o primeiro órgão de classe a combater essa prática”, afirmou Cláudia Medeiros.

No ano passado, a advogada também integrou uma força-tarefa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no Recife-PE, que apontou para uma crise no sistema prisional e a necessidade de adoção de medidas urgentes.

*Com Assessoria