Colabore com o Eufemea

Homem é investigado por importunação sexual após ser preso por assediar mulheres no campus da UFPE

Foto: Reprodução/WhatsApp

Um homem foi preso por assediar mulheres no campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Zona Oeste do Recife, e está sendo investigado por importunação sexual. A captura aconteceu na terça-feira (28). De acordo com testemunhas, ele também foi visto filmando uma mãe que amamentava a filha.

Por meio de nota divulgada hoje (29), a Polícia Civil disse que o caso foi registrado como importunação sexual pela Delegacia da Mulher de Santo Amaro, no Centro da cidade. O inquérito foi aberto, mas não houve a autuação.

“As investigações prosseguem com a realização das diligências necessárias. Mais informações não podem ser fornecidas no momento”, afirmou a corporação.

g1 procurou o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para falar sobre a audiência de custódia, em que deve ser decidido se o homem vai responder em liberdade ou seguirá preso.

O Tribunal de Justiça informou que o caso segue em segredo de Justiça, por se tratar de crime contra a dignidade sexual.

O artigo 215 -A do Código penal aponta que o crime de importunação sexual fica configurado quando o agressor “pratica contra alguém, sem a sua anuência, ato libidinoso para satisfazer a própria lascívia ou a de terceiros”. A pena prevista é de até cinco anos de prisão, se não aconteceu um crime mais grave.