Colabore com o Eufemea

Segurança Pública reforça apoio às vítimas de violência doméstica e gênero: “atendimento humanizado”

Foto: Assessoria

A Secretaria de Estado da Segurança Pública realizou, na manhã desta terça-feira (21), uma reunião com diversos órgãos especializados em defesa da mulher para melhorar o atendimento às vítimas de violência doméstica e de gênero. O encontro foi coordenado pela Comissão Mulher Segura e pela chefia do Disque-denúncia, ambos da SSP.

O encontro teve como principal objetivo ampliar o diálogo em favor de um atendimento ainda mais humanizado. Para a coordenadora do Disque-denúncia, Eliane Araújo, o reforço no contato com os parceiros vai ajudar no desenvolvimento de uma ação conjunta mais efetiva.

“Temos recebido diversas denúncias de violências contra mulheres, já temos uma parceria boa com a Patrulha Maria da Penha que atua em Maceió e agora queremos ampliar essa ação para outras localidades. Estamos reforçando a importância do atendimento especializado também para garantir que as vítimas se sintam confiantes em realizar as denúncias e esse trabalho com os demais órgãos é fundamental”, disse Eliane.

A presidente da Comissão Mulher Segura, tenente-coronel Camila Paiva, também falou da importância de um trabalho cada vez mais unido em prol das vítimas. Ela ainda lembrou que a SSP já criou um protocolo para a atuação das forças de segurança em atendimento a essas mulheres.

“Somos o primeiro estado do país a criar este tipo de protocolo para o atendimento humanizado. Estamos agora produzindo uma cartilha específica para as Guardas Municipais, para que possamos capacitar esses agentes que atuam nas 102 cidades. Ontem lançamos o Programa Mulher Segura nos Municípios para demonstrar que estamos ainda mais atentos às necessidades e queremos reforçar os cuidados necessários para garantir a prevenção e o combate aos crimes cometidos contra o público feminino”, afirmou Camila. Ela ainda lembrou que um plano de políticas para o enfrentamento à violência contra a mulher está sendo elaborado pela SSP e deve ser publicado em breve.

A capacitação dos profissionais da segurança pública foi um dos assuntos mais discutidos na reunião e os cursos de formação de policiais e bombeiros previstos para começar ainda este ano devem contar com disciplinas voltadas à temática.

A secretária executiva da Mulher e Direitos Humanos, da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), Dilma Pinheiro, também marcou presença no evento. Ela e Andréa Teodozio, integrante da Rede de Atenção às Violências (RAV) e representante da Secretaria da Saúde de Alagoas, explanaram sobre o funcionamento da rede e como é prestado o atendimento especializado.

Também participaram da reunião a secretária executiva de Gestão Interna, da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência, Flávia Padilha; as delegadas da Polícia Civil Kelly Kristynne e Paula Mercês; o coronel Marcos Sampaio, que representou o comandante-geral da Polícia Militar, e as representantes das Patrulhas Maria da Penha de Arapiraca, Penedo e Maceió – capitã Adriana Souza, e tenentes Lygia Máximo e Aliny Teixeira, respectivamente; além de integrantes das forças de segurança e das prefeituras de Olho d’Água das Flores, Inhapi, Delmiro Gouveia e São Miguel dos Campos.

*Com Assessoria