Colabore com o Eufemea

Bebês nascidos no Hospital da Mulher recebem alta vacinados com a BCG; imunizante protege contra tuberculose

Foto: Ana Maria Belo / Ascom Sesau

As crianças nascidas no Hospital da Mulher (HM), em Maceió, recebem a vacina BCG (Bacilo de Calmette-Guérin) ainda nas primeiras horas de vida. A imunização é garantida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e previne contra as formas graves da tuberculose. 

Neste ano, até o mês de maio, 1.282 recém-nascidos foram imunizados na unidade. “Aqui no HM realizamos o acolhimento da mãe e do recém-nascido, que são encaminhados à Sala de Vacina para receber a dose da BCG. É imprescindível que todos os bebês, com mais de 2 quilos, recebam a vacinação, pois ela previne contra as formas graves da tuberculose em crianças”, ressaltou a técnica de enfermagem, Cassilda Andréia. 

Ainda segundo ela, a aplicação intradérmica é feita no braço direito do bebê. “A criança que recebe a vacina pode criar uma pequena bolha e depois de alguns dias formar secreção, o que leva a maioria delas a ficar com uma marquinha. Caso o recém-nascido tenha menos de dois quilos, é necessário aguardar que esteja apto para receber a imunização”, completou a profissional.

Além de ser administrada ainda na maternidade, poucas horas após o nascimento, a vacina contra a BCG está disponível nos postos de vacinação designados pelas Secretarias Municipais de Saúde (SMSs). Em casos extremos, ela pode ser aplicada até os 4 anos, 11 meses e 29 dias da criança, entretanto, a prioridade é aplicá-la o quanto antes, conforme destaca o Programa Nacional de Imunização (PNI).

*Com Assessoria