Colabore com o Eufemea

Vacina contra o HPV passa a ser disponibilizada para usuários da Profilaxia Pré-Exposição ao HIV: “medida preventiva”

Foto: Carla Cleto / Ascom Sesau

A partir de agora as pessoas que fazem uso da Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP) e estão na faixa etária de 15 a 45 anos de idade serão contempladas com a vacina contra o Papilomavírus Humano (HPV). A determinação é do Ministério da Saúde (MS) e já está em vigor nos 102 municípios alagoanos. 

Para ter acesso basta que a pessoa contemplada compareça ao posto de vacinação municipal mais próximo de sua residência, apresentando a comprovação de que faz uso da PrEP, como o formulário de prescrição ou o Cartão de Seguimento.

Por meio desta medida, conforme o MS, será reduzida a incidência de casos de HPV, infecção sexualmente transmissível que está associada a verrugas genitais e ao desenvolvimento de câncer de colo do útero, vulva, pênis, ânus e orofaringe. Isso porque, além de ser transmitido pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas, o HPV também é disseminado pela via sexual, onde as pessoas que fazem uso da PrEP estão expostas às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Conforme estudos científicos realizados até agora, existem mais de 100 tipos de HPV, sendo pelo menos 14 cancerígenos, conhecidos como de alto risco para a doença. Com relação à faixa etária mais acometida pela doença, Estudo Epidemiológico sobre Prevalência Nacional HPV mostrou que a maior incidência de casos aparece em homens e mulheres sexualmente ativos, na faixa etária entre 16 e 25 anos de idade.

“Com esta medida, estaremos assegurando que as pessoas que fazem uso da PrEP e que estão mais expostas às ISTs, também possam contar com esta medida preventiva. É mais uma estratégia oferecida pelo SUS [Sistema Único de Saúde] para prevenir o HPV, que desencadeia vários tipos de cânceres, entre eles, o de colo do útero, que acometem as mulheres”, a assessora do Programa Nacional de Imunização em Alagoas (PNI/AL), enfermeira Rafaela Siqueira.

PÚBLICO ALVO ANTERIOR

Até a nova determinação do MS para destinar a vacinação contra o HPV às pessoas que fazem uso da PrEP e estão na faixa etária de 15 a 45 anos de idade, o público-alvo já contemplado com o imunizante é formado por seis grupos. Além de crianças e adolescentes de 9 a 14 anos, a vacina é ofertada paras as pessoas de 9 a 45 anos que vivem com HIV e Aids, os pacientes oncológicos, pessoas com Papilomatose Respiratória Recorrente (PRR), transplantados e pessoas de 15 a 45 anos de idade imunocompetentes vítimas de violência sexual.

*Com Assessoria