Categorias
Destaque titulo

“A mulher trans é vista como objeto pelo homem hétero”, diz ativista; veja o novo episódio do Eufemeacast

Isis Florescer é mulher trans, escritora e ativista LGBT. É afroindígena, atriz e militante do Partido dos Trabalhadores. Atualmente, ela também é assessora técnica de Promoção dos Direitos LGBT da Superintendência de Políticas para os Direitos Humanos e Igualdade Racial da Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos de Alagoas.

Ísis é a quarta entrevistada do Eufemeacast, podcast feito pelo portal Eufemea em parceria com o site Cada Minuto. O programa é apresentado pelas jornalistas Meline Lopes e Raíssa França. 

A escritora falou sobre sua descoberta como mulher trans, contou uma situação de preconceito que sofreu e o quanto a sociedade ainda precisa de evolução nesse sentido.

Ela, que é autora do livro Segunda Pele, contou sobre o livro e deu sua opinião sobre a Linn da Quebrada, que está no BBB22. Florescer também reforçou o quanto a mulher trans não tem oportunidade e acaba na prostituição. Além disso, a escritora fala sobre a mulher trans ainda é vista como objeto para o homem heterossexual.

Confira o episódio completo abaixo:

Ou ouça no Spotify: