Colabore com o Eufemea

Ballet celebra 25 anos com espetáculo sobre a trajétoria da bailarina Maria Emília Clark; entrada é gratuita

Foto: Assessoria

Celebrando 25 anos de história, o Ballet Maria Emília Clark apresenta o espetáculo “O Processo Coreográfico da Bailarina Maria Emília Clark, 25 anos – Se o mar é lindo, amar é muito mais”, nos dias 11 e 12 de julho, no Teatro Deodoro, a partir das 19h30. A apresentação promete surpreender a todos com uma performance literária que narra a trajetória da bailarina em Maceió. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados pelo site Sympla aqui.

Fundado em 1999, o Ballet Maria Emília Clark tem formado gerações de bailarinos e contribuído significativamente para o cenário artístico e performático de Alagoas. Com mais de 50 projetos realizados, as obras apresentadas misturam passado e contemporaneidade de maneira única e sensível.

Segundo Maria Emília Clark, bailarina com mais de 40 anos de carreira e fundadora da companhia, seu objetivo é que o impacto transformador da arte seja reconhecido mundialmente. “Este espetáculo é resultado de madrugadas adentro estudando. O público terá relances e lampejos nos cenários criados exatamente para o mundo”.

A artista destacou que esta homenagem vai além de si mesma, abrangendo todos aqueles que contribuíram para este vasto legado. “O que eu quero mesmo é propor a volta do que já foi feito. Não é sobre mim, mas sobre o que vai ficar para as próximas gerações enquanto visualidade e a cultura da dança em Alagoas”, complementou.

A secretária de Estado da Cultura e Economia Criativa, Mellina Freitas, ressaltou a importância do ballet para a história da dança no estado. “O Ballet Maria Emília Clark tem sido um pilar fundamental no desenvolvimento da dança em Alagoas. Celebrar 25 anos dessa trajetória é reconhecer a dedicação e o talento de todos os envolvidos. Fico muito feliz em apoiar este projeto que enriquece a cultura e a arte em nosso estado”, destacou.

O espetáculo é realizado com recursos da Lei Paulo Gustavo do Governo Federal, operacionalizado pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa (Secult), com premiação no Edital n°18/2023 Concurso Nádia Fernanda Maia Amorim.

*Com Assessoria