Colabore com o Eufemea
Maceió registra cinco casos de violência contra mulher nas últimas 24 horas

Maceió registra cinco casos de violência contra mulher nas últimas 24 horas

Imagem: Getty Images

Nas últimas 24 horas, Maceió registrou cinco casos de violência contra a mulher, de acordo com o relatório da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL). Dos casos registrados, dois ocorreram no bairro Cidade Universitária, um no poço, um no Tabuleiro dos Martins e outro em Paripueira, município da Região Metropolitana de Maceió.

O primeiro caso ocorreu, no bairro do Centro, em Paripueira. A guarnição motorizada da Força Tática, em patrulhamento de rotina, foi acionada para averiguar uma possível ameaça. No local, encontraram o suspeito, um homem de 49 anos, altamente embriagado, que tentou fugir em seu veículo. 

Veja também: Saiba como denunciar casos de violência doméstica em Alagoas

A vítima, de 47 anos, relatou que o ex-marido a ameaçou diversas vezes e tentou atropelá-la. O agressor foi detido após resistência e encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi autuado por ameaça, violência doméstica, conduzir veículo sob efeito de álcool e desacato.

No mesmo dia, no Tabuleiro dos Martins, Maceió, a guarnição foi acionada para verificar outra ocorrência de violência contra a mulher. Ao chegar ao local, encontraram a vítima, com escoriações e marcas de agressão, sendo ela gestante. O agressor, David Lima Santos, de 28 anos, foi preso em flagrante e levado à Central de Flagrantes.

Já no início da noite, na Cidade Universitária, a guarnição motorizada respondeu a mais um chamado de violência doméstica. A vítima, uma mulher de 49 anos, relatou ter sido agredida por seu companheiro de 64 anos. Ambos foram conduzidos à Central de Flagrantes, onde o autor ficou detido.

Pouco depois, também na Cidade Universitária, a Força Tática atendeu a outra ocorrência. O suspeito, de 29 anos, estava agressivo, ameaçou a guarnição e tentou subornar os policiais. Ele foi contido e levado à Central de Flagrantes, sendo autuado por vias de fato, violência contra a mulher, ameaça, desacato e corrupção ativa.

Na madrugada de hoje, a guarnição motorizada foi chamada ao Hospital da Mulher, no bairro do Poço, para prestar apoio à segurança do local. O autor, que acompanhava sua esposa puérpera, foi flagrado agredindo-a fisicamente. Ambos foram levados à Central de Flagrantes, onde o agressor foi preso por lesão corporal dolosa.