Categorias
Notícias

Outubro Verde: “é importante que a população esteja atenta para a mensagem de prevenção”, alerta técnica

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

A Gerência de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Saúde de Maceió promove a partir desta sexta-feira (7), ações da campanha Outubro Verde, mês de  prevenção e combate à sífilis congênita. As atividades ocorrem durante todo o mês e tem o objetivo de levar uma mensagem sobre prevenção e importância do diagnóstico precoce. 

A técnica do IST, Aids e Hepatites Virais da SMS, Tereza Carvalho, destaca quais as atividades que serão desenvolvidas pelos profissionais de saúde.

“Vamos promover palestras informativas, intensificação de testes rápidos, orientações e encaminhamento para tratamento. Lembrando sempre que a prevenção e o diagnóstico precoce são muito importantes para evitar sequelas mais graves da doença”, explica.

A campanha do Outubro Verde tem por finalidade combater e discutir a transmissão da Sífilis Congênita, doença sexualmente transmissível, que se dá de forma vertical, podendo ser passada da mãe para o feto.

A mobilização deste mês tem como público-alvo as gestantes e conta com palestras em salas de espera e rodas de conversa, onde serão abordados os métodos de prevenção e precauções sobre aleitamento materno diante de ISTs, além de sintomas e tratamentos e importância do acompanhamento de pré-natal e pediátrico.

“Em todas as nossas Unidades de Saúde temos testes rápidos disponíveis para a população. Além disso, para aqueles casos diagnosticados, o tratamento também é feito nas próprias unidades. Por isso, é importante que a população esteja atenta a essa mensagem de prevenção, com o uso de preservativos, testes periódicos e também, para as gestantes, o pré-natal durante toda a gestação”, informa Tereza Carvalho.

Programação do Outubro Verde 

07/10 (Manhã) – Palestra “Prevenção e Adesão ao Diagnóstico e Tratamento da Sífilis” com testagem itinerante para HIV e sífilis na Escola Técnica de Saúde Santa Juliana.

08/10 (Manhã e tarde) – Palestra “Prevenção e Adesão ao Diagnóstico e Tratamento da Sífilis”, com testagem itinerante para HIV e sífilis no Shopping Pátio Maceió.

11/10 (Manhã) –  Palestra Pocket Sobre Sífilis de 10 minutos nas salas do 1º e 2º andar do prédio sede da SMS (Centro).

15/10 (Manhã e tarde) – Palestra “Prevenção e Adesão ao Diagnóstico e Tratamento da Sífilis”, na Unidade de Saúde João Paulo II (Jacintinho)  e Shopping Pátio Maceió.

18/10 (Manhã) – Palestra Pocket Sobre Sífilis de 10 minutos  com testagem itinerante para HIV e sífilis nas salas do 3º e 4º andar do prédio sede da SMS (Centro).

22/10 (Manhã e Tarde) – Palestra “Prevenção e Adesão ao Diagnóstico e Tratamento da Sífilis” com testagem itinerante para HIV e sífilis, no Shopping Pátio Maceió. 

23/10 (Manhã) – Na Rua Aberta , Ponta Verde – Testagem itinerante para HIV e Sífilis.

25/10 (Manhã e Tarde) –  Palestra “Prevenção e Adesão ao Diagnóstico e Tratamento da Sífilis” e testagem itinerante para HIV e Sífilis, na Unidade de Saúde Waldomiro Alencar localizada no Jacintinho.

27/10 (Manhã) – Encerramento – Webinário Sífilis: Até quando o nosso compromisso?

Categorias
Notícias

Protetora independente de animais recebe assistência do Castramóvel: “mais qualidade de vida aos pets”

Foto: Ascom GGI-CA

O Gabinete de Gestão Integrada de Políticas Públicas para Causa Animal (GGI-CA) tem cumprido uma agenda de atendimentos aos protetores independentes de animais de Maceió. A equipe do Castramóvel realizou 61 castrações de cães e gatos de protetores dos bairros de Fernão Velho, Rio Novo e Benedito Bentes.  

A médica-veterinária do GGI-CA, Larissa Rocha, falou sobre a importância de realizar o trabalho de controle populacional dos animais que são acolhidos pelos protetores independentes. 

“O trabalho do Castramóvel com os protetores independentes é de fundamental importância, visando que eles fazem um trabalho importante junto à causa animal. E nós, do gabinete, trazemos o serviço de castração de forma gratuita, contribuindo para o controle populacional e consequentemente trabalhamos visando a Saúde Única, onde os cuidados com os animais (saúde animal) reflete na saúde humana”, disse. 

Maraysa Ferreira, moradora do Benedito Bentes, teve 15 animais castrados através da ação e  falou do atendimento recebido.

“Foi ótimo ter o Castramóvel na minha porta. Atenderam muito bem a gente. Estão de parabéns, equipe maravilhosa da Prefeitura”, revelou Maraysa.

Débora Pimentel, moradora do Rio Novo, também comentou sobre o atendimento recebido na região. “O trabalho do Gabinete da Causa Animal é de extrema importância. Com essa ação é possível dar mais qualidade de vida aos pets e, mais ainda, conter tantos abandonos, que são fruto da procriação de animais de rua. Foram 34 animais castrados um resultado muito bom”, contou Débora.  

Girlene da Silva, protetora de Fernão Velho, teve 12 animais castrados e relatou sobre a assistência que recebeu.

“Esse trabalho da Prefeitura ajuda demais, já tive muitos animais castrados. Se não fosse essa ajuda, eu não teria condições de fazer as cirurgias nos meus animais. Cuido deles sozinha e nunca tive ajuda de ninguém. Tenho mais de 70 gatos e é muito difícil. O prefeito está de parabéns. Nossos animais precisam demais”, disse a protetora.  

A coordenadora do Gabinete da Causa Animal, Fernanda Rodrigues, explicou como ter acesso aos serviços do Castramóvel.

“Os protetores independentes com mais de 10 animais e/ou grupos de protetores que acolhem animais comunitários podem entrar em contato pela central de atendimento através do WhatsApp 82 98752-6505. É necessário ser pessoa física, de baixa renda comprovada e que acolha e/ou dê proteção a mais de 10 animais. Sendo de total responsabilidade desses protetores seguir as recomendações da equipe veterinária no pré e pós-operatório”, explicou.

O atendimento da demanda dos protetores independentes tem sido feito em paralelo ao cronograma dos bairros que o Castramóvel segue percorrendo. Os protetores que fizeram a inscrição do Edital N°. 01/2022 para cadastro de ONGs e protetores independentes estão tendo prioridade para receber os serviços desenvolvidos pelo Gabinete da Causa Animal.

*com Ascom GGI Causa Animal

Categorias
Notícias

Jovem aborda policiais e denuncia ex-companheiro por agressão no Vergel do Lago

Foto: Reprodução

Um homem de 21 anos foi preso enquanto trabalhava após agredir a ex-companheira, uma jovem de 20 anos, nessa quarta-feira (5), no bairro Vergel do Lago, em Maceió.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), os agentes estavam em patrulhamento quando foram abordados pela vítima, informando que seu ex-companheiro teria a agredido. Ela mostrou ferimentos na perna e braço.

Os militares se deslocaram até o lava-jato, onde o suspeito trabalha. No local, o homem afirmou que a ex chegou com a intenção de agredi-lo e, por isso, ele teria a empurrado. 

Durante a abordagem, o jovem teria se irritado e ameaçado o próprio pai, que estava no local, e não obedeceu a ordem legal da guarnição de se dirigir até a viatura. Os envolvidos foram conduzidos até a Central de Fragrantes, onde o suspeito foi autuado por lesão corporal culposa (violência contra a mulher).

Categorias
Notícias

Prefeitura promove fabricação de brinquedos sustentáveis para lazer de crianças: “educação ambiental”, diz diretora

Foto: Secom Maceió

Com o uso de materiais reutilizados como papelão, plásticos, metal e vidro, servidores da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) criam brinquedos sustentáveis e contribuem para a preservação do meio ambiente. A prática positiva pode ser feita por crianças, com a supervisão de adultos, aumentando o reuso de recicláveis e diminuindo a incidência dos itens no resíduo domiciliar.

Brinquedos feitos a partir de objetos que iriam para o lixo, ou que não vão ser mais utilizados, preservam o meio ambiente. Além disso, ajuda a economizar dinheiro e também garante que as crianças possam participar ativamente de todo o processo de produção do brinquedo, da ideia à concretização, contribuindo para a conscientização ambiental e fazendo com que sejam adultos mais responsáveis.

Fabricação de brinquedos sustentáveis é opção de lazer para o Dia das Crianças
Fabricação de brinquedos sustentáveis é opção de lazer para o Dia das Crianças. Foto: Secom Maceió

Kedyna Tavares, diretora de planejamento e serviços especiais da Sudes, afirma que o processo contribui para que diversos itens sejam reutilizados e não sejam destinados ao aterro sanitário.

“Nosso trabalho de educação ambiental foca justamente nisso, demonstrar a reutilização de materiais recicláveis em coisas úteis, como artigos de decoração e brinquedos”, disse.

O trabalho realizado pela servidoras da Superintendência é comumente exposto em ações de educação ambiental realizadas pela cidade ou em instituições. Ademais, contempla várias crianças de escolas municipais ou comunidades da capital, dando uma opção de lazer para quem mais precisa.

Crianças brincam com artigos sustentáveis. Foto: Secom Maceió
Crianças brincam com artigos sustentáveis. Foto: Secom Maceió

“É importante que as crianças aprendam sobre o reuso e o quanto isso contribui para que a natureza viva em paz. Dessa forma, eles podem crescer mais conscientes e preocupados com o tema preservação”, completou a diretora.

*com Ascom Sudes

Categorias
Cotidiano Home Notícias

Outubro Rosa: Maceió ganha iluminação especial para alertar sobre a prevenção do câncer de mama

Foto: Alisson Frazão/Secom Maceió

Neste mês de outubro, a sociedade se mobiliza para uma ampla discussão em torno do câncer de mama com o Outubro Rosa, campanha que alerta para a prevenção e forma de tratar a doença, que embora silenciosa, é a que mais mata mulheres em todo o Brasil.

Na capital alagoana, a mobilização faz parte do calendário da cidade e conta com o comprometimento de diversas pastas da Prefeitura de Maceió, a exemplo da Superintendência Municipal de Iluminação Pública (Sima), que levou iluminação especial, na cor rosa, para chamar atenção da população junto à campanha.

Foto: Alisson Frazão/Secom Maceió

A iluminação cênica na cor rosa foi levada à cadeira gigante, na orla de Ponta Verde e às sedes da Prefeitura de Maceió e da Câmara de Vereadores, em Jaraguá. Os viadutos Washington Luiz, José Aprígio Vilela, na Avenida Leste Oeste, e a Avenida Josepha de Mello, também ganharam refletores na cor rosa.

“Com a iluminação especial, a Sima reforça esse trabalho integrado que tem como foco as mulheres da nossa cidade. O nosso empenho é para fazer com as mulheres maceioenses redobrem cuidados e as que fazem parte do público-alvo busquem o serviço de mamografia, disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde e também façam o autoexame da mama”, pontua a superintendente de Iluminação de Maceió, Camila Porciúncula.

Como parte da programação do Outubro Rosa, todas as unidades de saúde do Município promoverão ações educativas e farão encaminhamento para exames de mamografia.

*com Ascom Sima

Categorias
Notícias

SMTT realiza aula on-line com permissionários de táxi e motoristas de Maceió: “alcançar mais profissionais”, explica assessora

Foto: Ascom SMTT

A equipe de Educação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió realizou, nesta quinta-feira (6), a segunda aula on-line para permissionários de táxi e motoristas da categoria com atuação na Capital.

A medida foi definida com o objetivo de oportunizar aos proprietários de permissões que residem fora da Capital ou profissionais impossibilitados de comparecerem às vivências, poder acompanhar o conteúdo passado aos trabalhadores nos momentos presenciais.

Inês Pessoa, assessora de Educação no Trânsito da SMTT, pontuou a importância de ter a modalidade on-line para os profissionais.

“A aula on-line para os permissionários e motoristas auxiliares provém de uma necessidade da categoria acerca da impossibilidade nas aulas presenciais. A aula presencial sempre será indispensável para a prática educacional, mas a modalidade on-line surgiu para alcançar mais profissionais, sem tirá-los do ambiente de trabalho”, disse.

A aula aconteceu das 9h às 11h e foi ministrada pela assessora de Educação no Trânsito da SMTT, Inês Pessoa e pela educadora de Trânsito, Aldinete Dantas, com a colaboração de Daniel Antônio, estagiário do setor. O momento contou com 12 participantes, entre permissionários e motoristas, com o foco em “Motivação e Ética”.

A foi ministrada pela assessora de Educação, Inês Pessoa; e pela educadora de Trânsito, Aldinete Dantas. Foto: SMTT.
A foi ministrada pela assessora de Educação, Inês Pessoa; e pela educadora de Trânsito, Aldinete Dantas. Foto: SMTT.

“Tratar de motivação e ética é fundamental para a atuação no dia a dia dos profissionais. Os taxistas que têm o contato direto com o público e em certos momentos faz parte da rotina de seus passageiros, precisam ter a noção de que estar motivado e agir de forma correta é essencial para prestar um bom serviço”, destacou Aldinete Dantas.

Aulas presenciais

As aulas presenciais para taxistas acontecem às terças-feiras, no Sest-Senat, situada na Avenida Deputado César Eustáquio Malta, na Serraria. A relação de participantes é encaminhada pelos profissionais de Educação da SMTT aos permissionários e motoristas.

*com Ascom SMTT

Categorias
Cotidiano Home Notícias

Saúde da Gente: confira novo local e serviços disponíveis para o público feminino a partir desta segunda (10)

Foto: Juliete Santos/Secom Maceió

O programa Saúde da Gente chega a novos locais a partir da próxima segunda-feira (10). Com cinco frentes de atuação, o programa já ultrapassa os 50 mil atendimentos em diversos pontos da cidade, levando assistência para comunidades em situação de vulnerabilidade social. Os serviços ficam disponíveis nos novos locais até o próximo dia 16 de outubro.

A frente de Saúde da Mulher funciona nesta semana no Ouro Preto (Rua Boa Vista, 209), oferecendo ao público feminino do bairro consultas clínicas, ginecológicas e de enfermagem, além de exames de citologia, mamografias, ultrassom, laboratoriais, atendimento psicológico, orientações sobre pré-natal, planejamento reprodutivo e familiar, entre outros.

Já a Saúde Infantil contempla as crianças do Canaã (Rua Pão de Açúcar, 732), disponibilizando vacinação, atendimento pediátrico, enfermagem, oftalmologia, atendimento psicológico, coleta de exames, puericultura e encaminhamento às unidades de saúde para a realização do teste do pezinho e da orelhinha.

A assistência aos animais continua sendo prestada pela frente de Saúde Animal, que disponibiliza vacinação antirrábica, atendimentos clínicos e vermifugação, de domingo a domingo, das 8h às 20h. Desta vez os serviços serão levados a Chã de Bebedouro (Avenida Jorge Montenegro de Barros, 1053), Rio Novo (Rua Ver. Hermínio Cardoso, 20, Praça Elias Cardoso) e Conjunto Colina dos Eucaliptos (Rua Dr. Eduardo Jorge Lessa, 7 – Santa Amélia, Praça Central).

A população que reside nas comunidades da capital também está sendo beneficiada com o programa. Na próxima semana, a frente de Saúde nas Grotas chega às localidades conhecidas como: Grota Diegues Júnior (Feitosa), Grota dos Eucaliptos (Tabuleiro do Martins), Vale do Reginaldo (Poço), Grota da Alegria (Benedito Bentes), Grota do Cigano (Jacintinho), Fazenda Santo Antônio (Feitosa), Grota Diegues Júnior (Feitosa), Grota Novo Horizonte (Cruz das Almas), Grota do Reginaldo (Poço) e Grota da Macaxeira (Chã da Jaqueira). 

Os serviços da frente de Saúde Mental continuam ocorrendo de forma descentralizada nas clínicas itinerantes, de forma domiciliar ou mesmo encaminhados para as Unidades de Saúde, quando necessário.

Acesso aos serviços

Para ter acesso aos serviços, basta o cidadão apresentar um documento com o número do CPF e cartão do SUS.

*com Ascom SMS

Categorias
Cotidiano Home Notícias

Ex-aluna de escola de balé alagoana luta para custear intercâmbio na Suíça: “a dança colore minha vida”

Foto: Assessoria

As portas do Ballet Eliana Cavalcanti foram fechadas precocemente no bairro do Pinheiro, em Maceió, mas o ensinamento da escola segue dando frutos na capital e, em breve, pelo mundo. É o que espera a bailarina e ex-aluna Amanda Lourenço, selecionada para um intercâmbio de três meses na Suíça para desenvolver-se profissionalmente na dança.

Atualmente, ela corre contra o tempo para arrecadar os recursos necessários para custear passagens e alimentação na cidade de St Gallen, perto da fronteira com a Alemanha e Liechtenstein.

Entre custos com passagem e alimentação, a bailarina precisa arrecadar no mínimo R$ 10 mil até o começo do próximo ano para poder viajar. O intercâmbio começa em abril de 2023 no Exchange Dance Program, programa da Marcelo’s Move Dance School para dançarinos a caminho da profissionalização. Ela abriu uma campanha solidária em seu Instagram (@amanlouren) e está organizando rifas e vaquinhas virtuais, entre outras ideias que vem desenvolvendo para conseguir doações.

Um desafio a mais para Amanda, que precisou parar de dançar ante as incertezas da mudança de endereço da escola no Pinheiro e, depois, com a pandemia. Ela ficou três anos sem ensaiar em nível avançado e precisa estar em sua melhor forma durante as aulas e práticas do intercâmbio na Europa.

“Com a aprovação, parei a faculdade e estou tentando voltar à minha antiga rotina, voltar aos trilhos. No momento, estou meio deslocada pelo fato de que a escola na qual estudei ter sido desocupada e minha mestra, Eliana Cavalcanti, decidiu reduzir suas atividades. Como ela abriu um pequeno estúdio onde ensina ballet para nível intermediário e iniciante, pedi que me deixasse fazer as aulas para voltar à forma”, conta a bailarina.

“A dança colore minha vida”

Amanda tem 21 anos de idade e dança desde os 5, quando ainda morava em São Paulo e a escola recomendou que sua mãe matriculasse a menina em alguma atividade para ajudar com a timidez e ansiedade. Por isso, ela é enfática ao afirmar que “a arte salva, a dança colore a minha vida”.

Aos 7 anos, ganhou uma bolsa para a Fundação das Artes de São Caetano do Sul (FASCS) e começou a formação para uma carreira artística, com direito a participação em competições e festivais pelo país. Pouco tempo depois, aos 12, precisou mudar com a família para Maceió, onde ingressou na primeira escola de balé do estado, o Ballet Eliana Cavalcanti e sua histórica sede no bairro do Pinheiro.

Ela permaneceu na escola até o final de 2019. Como havia algumas incertezas e especulações sobre a permanência do Ballet Eliana Cavalcanti no Pinheiro, Amanda resolveu dar um tempo nas aulas para ajudar a família na loja de açaí durante a alta temporada, esperando que a situação chegasse a um resultado neste ínterim. Porém a pandemia de Covid-19 alterou todos os seus planos. Amanda se viu preocupada com as despesas da família e a arte saiu do topo de sua lista de prioridades. “Passei três anos totalmente desconectada do ballet após essa decisão”.

Ela começou a faculdade de Psicologia e tentou procurar formas de seguir ajudando a família, mas carregava a angústia de não conseguir se identificar com nada. Em 2022, participou da oficina e entrou para o Maracatu Baque Alagoano, redescobrindo a alegria da arte. “Os ensaios enérgicos e felizes me trouxeram a certeza de que não importa o que eu tente, minha vida só faz sentido onde exista música e corpos dançantes”, afirma Amanda.

Essa empolgação a levou a embarcar em um Workshop de Dança Contemporânea que viu nas redes sociais. No formulário de inscrição, descobriu que haveria uma seleção para um intercâmbio na Suíça, mas ela nem contava com a possibilidade já que estava fora da rotina de ensaios há anos – sim, o evento foi o primeiro contato de Amanda com a dança desde que saiu pela última vez da escola de balé em 2019.

“No último dia do curso, perguntaram à turma quem tinha interesse em participar da audição e quase hesitei por falta de confiança, mas alguma coisa me disse que não custaria tentar. Então, duas semanas depois, recebi uma mensagem da diretora artística informando que eu havia sido selecionada para o Exchange Dance Program”, revela a jovem bailarina, com brilho nos olhos.

Para contribuir com a campanha “Amanda na Suíça 2023”, basta fazer um Pix para (82)99408-6537, de Amanda Lourenço de Lima.

*com Assessoria

Categorias
Destaque titulo

Política e religião: deveria ser proibido usar o nome de Deus em vão

Foto: Reprodução/Internet

Falar de política e religião é sempre uma polêmica. Mas não é à toa que mesmo ‘distintas’, as duas andem juntas. É muito comum que durante as eleições, os políticos usem o nome de Deus em vão (lembrando que está no mandamento que não se deve usar, mas continuemos…). Colocaram Deus dentro da política sem ele mesmo aprovar.

Usar Deus, falar de religião e citar a bíblia são técnicas usadas pelos candidatos para que os eleitores entendam que aquele candidato representa um homem de bem. Só que uma vez escutei uma pregação do Padre Fábio de Melo que dizia que era preciso ter cuidado com quem apontava tanto o dedo para o outro. Quando falamos do outro e o crucificamos por algum ‘erro’ ou condenamos por ele ser ‘diferente’, estamos falando mais sobre nós do que sobre ele. O que essas pessoas escondem de tão podre que é melhor atacar o outro? Será que eles não suportam o que está dentro deles e essa é a forma de amenizar?

A semana nem acabou e o que mais se discute nas redes sociais é a questão da religião. São citações bíblicas que, para essas pessoas, Deus usou para falar sobre o momento atual. “Está na bíblia”, eles dizem. É tudo justificável, claro. Afinal, interpretamos o que diz na bíblia da forma que queremos enxergar.

O que seria o homem de bem? O que carrega a bíblia no braço, mas trata a esposa como uma funcionária doméstica? O que não aceita ter um filho homossexual porque o filho tem que ser cabra macho? O que não paga pensão, mas defende a família nas redes sociais? O que tem a esposa em casa, mas quando a amante engravidou ele disse que a culpa era dela?

Eu tenho medo desse discurso de homem de bem. Se você não defende o candidato do bem, você não é um homem ou uma mulher de bem. Não defender o candidato do bem é ser contra Deus, pátria e família, assim o dizem. Não é assim que funciona, mas é preciso muita evolução espiritual para entender que Deus é tudo, menos o que dizem por aí. Não sei se todos estão para essa conversa.

Religião é algo importante, mas a fé é algo individual. A fé é que move montanhas. A conexão com Deus é particular. Defender a pátria é, antes de tudo, ter empatia com quem mora no país. Se você só pensar no seu próprio umbigo, você não defende a pátria. E família… não existe modelo de família. Família é uma ligação que vai além do laço sanguíneo.

Deveria ser proibido usar o nome de Deus em vão.